Arquivos de sites

O Sporting dos tempos modernos

Nunca esperei ter de falar sobre este assunto, mas o Sporting ainda numa espiral decadente, sem nexo nem explicação, algo que me deixa chocado e também, como sócio sportinguista, muito triste.

Neste momento não vejo aquelas quatro palavras que caracterizam o Sporting Clube de Portugal. Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. É que Esforço e Dedicação não vejo a ponta de um corno, e eu como todos os adeptos Sportinguistas esperavam, era que se atingisse um nível exibicional semelhante ao conseguido ao da pré-epoca. Nada disso, e como consequência, o Sporting já sofreu duas derrotas e um empate no campeonato e chegou mesmo a ter a participação na Liga Europa comprometida.

A culpa será de quem? Dos jogadores? Da equipa técnica? Da Direcção? Eu vou fazer uma breve declaração e espero de não ter de falar sobre este assunto no futuro. Dos jogadores? Não acredito. Ainda por cima, grande parte deste plantel chegou este ano, ou pelo menos na segunda volta do campeonato da época passada. Da equipa técnica? Muito menos, estes chegaram de  fresco. Utilizando uma expressão célebre, a cabeça do polvo neste momento é José Eduardo Bettencourt, que desde que assumiu a presidência do Sporting, e sendo o primeiro presidente leonino remunerado, e não fez nada mais do que vulgarizar uma instituição que neste momento tem tantos troféus como o Barcelona ou o Real Madrid. Este clube, que também prima por ser um clube ecléctico, neste momento não passa de uma marca deprimente, a qual tem-se um presidente com uma newsletter oficial a pedir apoio aos adeptos, algo que já saturou os adeptos, e pelo menos a mim, temos um presidente, que fez do Paulo Bento um treinador fetiche, dizendo-o que ele era forever (na realidade, até parece que o SCP precisa de ir à bruxa). Um presidente, que também só foi eleito, pois até tinha um passado já conhecido, e em comparação com o extremista do Paulo Pereira Cristovão, venha ao diabo e escolha. Naquele momento, faltou um presidente, ou pelo menos um nome que conseguisse vulgarizar estes dois, principalmente o eleito que só quer destruir o bom nome que o SCP tinha até à data. Para que conste, eu era a favor da continuação do Felipe Soares Franco à frente da gestão Sportinguista, até porque não razões de queixa, e foi este mesmo que fez a melhor transferência da história do clube, ao contrário do JEB que vendeu muito mal o Judas Moutinho e o Miguel Veloso.

O meu apelo é que se continue a amar o Sporting, mas que se pense duas vezes em apoiar a liderança que está lá dentro.

Anúncios