Pega-se o touro pelos cornos!


Sporting mete finalmente a quarta e assim sendo consegue ser o terceiro classificado à condição, faltando ver o que o Vitória de Guimarães consegue ver logo à noite frente ao Portimonense em jogo de encerramento da jornada. Mas o que é de destacar é a vitória por 2-1 frente ao Leiria.

Com a estatística recente favorável ao Leiria, que desde 05/06 não perdia em casa frente ao Sporting, com uma época pelo meio em que não jogaram entre si, o Sporting procurava dar continuidade às 3 vitórias alcançadas em outros tantos jogos anteriores, e também a procurar alcançar a 2 vitória fora de portas, a equipa de Alvalade, face à escassez de jogadores, causado pela razia de lesões esta semana, apresentou alternativas, que acabaram por fazer toda a diferença.

Com uma disposição tática 4-2-2-1-1, ou seja, meio campo constituído por Maniche e André Santos, alas efetuadas pelo João Pereira e Vukcevic, e Valdés numa posição de 10 ou falso avançado, e a frente de ataque entregue a Postiga, foi o chileno que abriu as hostilidades com um bom golo, e assim sendo fazendo o primeiro golo com a jersey verde desde a sua contratação no presente ano.

Passados oito minutos, sensivelmente, uma descoordenação total da defesa leonina, com muitas culpas para o argentino, novidade no onze, Torsiglieri, que falhou o corte, o jogador que em tempos chegou a ser falado para efetuar parceria com Liedson, Carlão, efetuou a igualdade no marcador. 1-1 no marcador. Novamente o Sporting continua a marcar passo no jogo, apesar de ter maior posse de bola, até que à entrada da área, o Valdés, que já tinha feito o gosto ao pé, marca desta vez um grande golo, que entrou na baliza a mais de 100 km/h.

Ao intervalo, pela primeira vez esta época, o Sporting já tinha feito dois golos. Na segunda parte, o Sporting mostrou a sorte, ou a falta dela, que anda a assombrar nos últimos tempos. A equipa que mais remata na liga, falhou por diversas vezes o golo, que acabou por não entrar. Numa segunda parte sem muita estória, destaca-se para a equipa de Caixinha a grave lesão de M. Soares que num remate efetuado à baliza leonina, acaba por partir a perna e irá parar pelo menos 3 meses.

De destacar também para o lado da equipa leiriense, a presença do ex-jogador mais acarinhado pela massa adepta do Sporting, Sá Pinto, que se mostrou profissional durante o jogo, (destacar que não festejou o golo do brasileiro Carlão), e que no fim do jogo acabou por ir abraçar também os jogadores com quem chegou a trabalhar na época passada.

Esperemos que o Sporting continue a sua senda de vitórias, já na próxima quinta frente ao Gent, a contar para a Liga Europa, onde na Bélgica já poderão, em caso de vitória garantir a vitória.

Nota: Na medida do possível, O Chuto Final, começará a adotar o novo acordo ortográfico nos seus textos.

Anúncios

Posted on 1 de Novembro de 2010, in 2010-2011, Liga Zon Sagres, Rescaldo. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: